Home ACC 2021 - Notícias Reduções nos eventos isquêmicos totais com rivaroxabana em pacientes com DAP após...

Reduções nos eventos isquêmicos totais com rivaroxabana em pacientes com DAP após revascularização

- Publicidade -

Ensaio clínico VOYAGER PAD foi apresentado durante o ACC 2021, o 70° congresso virtual do American College of Cardiology (ACC) 

Revisado por MDHealth

Pacientes com doença arterial periférica (DAP) submetidos à revascularização de membros inferiores apresentam alto risco de eventos adversos importantes. O ensaio clínico VOYAGER PAD, apresentado durante o ACC 2021, demonstrou que a rivaroxabana 2,5mg duas vezes ao dia + aspirina versus aspirina isolada reduziu os primeiros eventos em 15%. Neste estudo em pacientes com DAP sintomática após revascularização, 1 em 5 pacientes apresentaram isquemia aguda de membros inferiores, amputação de etiologia vascular, infarto do miocárdio, acidente vascular cerebral isquêmico ou morte cardiovascular em três anos. 

Nessa população, a rivaroxabana 2,5mg duas vezes ao dia com aspirina, em comparação com aspirina isolada evidenciou: 

*Redução significativamente do risco. 

*Benefícios aparentes no início do monitoramento e mantidos ao longo do estudo 

*Benefício consistente entre os principais subgrupos 

*Amplos benefícios, incluindo reduções para revascularizações não planejadas. 

*Aumento nas taxas de sangramento: no VOYAGER PAD, houve um aumento numérico no escore TIMI para sangramento maior, entretanto, sem excesso em sangramentos intracranianos ou fatais. 

Dentro desse cenário, o benefício da rivaroxabana no total de eventos (primeiro e potencialmente subsequentes) nesta população é desconhecido. 

Resultados 

No VOYAGER PAD, entre 6.564 randomizados, havia: 

  • 4714 primeiros eventos vasculares e subsequentes, incluindo: 1614 eventos para o desfecho primário e 3100 para outros eventos vasculares
  • Rivaroxabanreduziu: 
  • eventos para o desfecho primário total [HR: 0,86; IC-95% (0,75-0,98); p = 0,02].
  • eventos vasculares totais [HR: 0,86; IC-95% (0,79-0,95); p = 0,003)].
  • Redução de 4,4 nos desfechos primários e 12,5 para os desfechos vasculares de relevância/ 100 participantes foram evitados comrivaroxabanaao longo de três anos. 

Figura 1. Desfechos primários e seus componentes


 

Leg: Adaptado de: Joint American College of Cardiology/Journal of the American Medical Association Late-Breaking Clinical Trials. 21-LB-20875-ACC. Joint American College of Cardiology/Journal of the American Medical Association 

Conclusões 

No VOYAGER PAD, entre os pacientes com DAP sintomática e submetidos a revascularização, o número total de eventos prevenidos com rivaroxabana 2,5mg duas vezes ao dia + aspirina foi aproximadamente duas vezes o número de primeiros eventos evitados. A redução total desses desfechos pode servir de métrica para a quantificação da eficácia da rivaroxabana dentro desse cenário. 



Aviso Legal:
 Todo conteúdo deste portal foi desenvolvido e será constantemente atualizado pela Oncologia Brasil, de forma independente e autônoma, sem qualquer interferência das empresas patrocinadoras e sem que haja qualquer obrigação de seus profissionais em relação a recomendação ou prescrição de produtos de uma das empresas. As informações disponibilizadas neste portal não substituem o relacionamento do(a) internauta com o(a) médico(a). Consulte sempre seu médico(a).

- Publicidade -
Profile photo ofhenriquetria
Dr. Henrique Tria Bianco
Graduação em Medicina pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Campinas. Doutorado em ciências da saúde (PhD), com área de concentração em cardiologia, pela UNIFESP. Pós Doutorado pela UNIFESP. Médico no setor de Lípides, Aterosclerose e Biologia Vascular da UNIFESP
- Publicidade -

Mais Lidas

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site usa cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.