Neuroinflamação, densidade axonal e desmielinização na substância branca como possíveis biomarcadores para doença de Alzheimer

Escrito por: Isabela Padula em 6 de dezembro de 2021

2 min de leitura

Estudo apresentado durante a 14th Clinical Trials on Alzheimer’s Disease trouxe evidências do uso de novos biomarcadores com foco na substância branca para diagnóstico e prognóstico de pacientes com doença de Alzheimer (DA) ou com comprometimento cognitivo leve (CCL).

Quer continuar lendo?

Login Cadastre-se

Referência

  1. Roy, M; et all. Novel white matter imaging measures of neuroinflammation, axonal density and demyelination as potential biomarkers for trials in the ad spectrum: validation in the large scale longitudinal multicenter studies. Poster Session, LP03. Conference Clinical Trials on Alzheimer’s Disease Therapeutic Trials in AD: A New Hope for 2022

Sobre o autor

Isabela Padula

Acadêmico de Medicina da UniNove. Iniciação científica – com supervisão de Dr. Renato Anghinah (CRM 67144)

Notícias Relacionadas