Neuroinflamação, densidade axonal e desmielinização na substância branca como possíveis biomarcadores para doença de Alzheimer

Escrito por: Isabela Padula em 6 de dezembro de 2021

2 min de leitura

Estudo apresentado durante a 14th Clinical Trials on Alzheimer’s Disease trouxe evidências do uso de novos biomarcadores com foco na substância branca para diagnóstico e prognóstico de pacientes com doença de Alzheimer (DA) ou com comprometimento cognitivo leve (CCL).

Quer continuar lendo?

Login Cadastre-se